segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

De repente, sinto-me na obrigação de lhe agradecer.
Agradecer por tudo aquilo que já te falo e muito mais.
Por me fazer sentir de volta o frio na barriga daqueles que sentem paixão.
Pois é dela que me alimento.
Da paixão por estar viva,
paixão pelo que quero e por lutar pelo que acredito.
Paixão. Por você.
Neste momento, somente por você.
Por que me fizeste esquecer o mundo.
E se há algo de errado nisso,
eu não quero saber.
Não quero ligar para o que chamam de certo ou errado
Quero me ligar no que nós achamos certo,
no que nós...
e nós, que nem sabemos o que é errado...

Agradeço pelos sonhos de volta, pela esperança de volta e por todas essas reviravoltas.

Um comentário:

Mths disse...

Não há nada o que agradecer quando se trata de sentimentos sinceros e mútuos..

Sou eu quem agadeço por você ter entrado em minha vida.

Te amo linda!
=*